Este site é desenvolvido por entusiastas e admiradores do artista Silvio Santos e não possui nenhuma ligação com empresas do Grupo Silvio Santos.

24 de fev de 2010

O Silvio e eu - com Jorge Monteiro

Depois de entrevistarmos Levy Fioriti, o dono da Página do Silvio Santos, resolvemos repetir algumas das perguntas que fizemos a ele a outros fãs do animador. E aqui vamos publicar algumas dessas respostas, começando pelas que nos deu Jorge Monteiro, fanático por Silvio Santos e colaborador deste blog.

Baú do Silvio: Como você começou a gostar do Silvio Santos?
Jorge: Comecei a gostar do Silvio devido a minha avó por parte de pai, ela era fanática pelo Silvio desde a Caravana do Peru que Fala, nos idos dos anos 50, e quando eu ficava com ela aos domingos, era Silvio Santos do meio dia até as oito da noite, isso foi em 1984, mas eu acabei gostando e assisto ele há 25 anos.

Você já teve algum problema por gostar do Silvio?
Não, muito pelo contrário, todos meus amigos, se não gostam, pelo menos respeitam o Homem Sorriso, sempre tem alguns que empinam o nariz, mas no máximo brincam com o estilo popularesco do Silvio.

Qual foi sua maior alegria com Silvio Santos?
Nossa, tive muitas alegrias, fatos marcantes em que vibrei muito, sempre quando alguém ganhava algo vultoso em seus programas, ele mostrava uma vibração intensa e levava o público ao delírio, na época do Miss Brasil, por exemplo. Mas minha maior alegria acho que foi o programa do dia 21/02/1988, onde ele voltava no ar depois de um mês ausente devido a sua doença na garganta. Me emocionei demais com a volta do meu ídolo.

E a maior frustração?
Todo mundo é passível de erros, e o maior do Silvio foi ele deixar um pouco de lado o seu bom humor, se tornando um pouco mais ranzinza nos últimos anos, mas ele ainda tem uns lampejos do velho Silvio, e aí fico sempre satisfeito.

Você conhece outras pessoas que gostem do Silvio Santos?

Várias e também já fiz muitas pessoas gostarem do Silvio com a minha influência! Ele merece!

18 de fev de 2010

Grandes Galerias

O Baú do Silvio e o Acervo 80HJ, nosso canal no YouTube, decidiram homenagear os artistas que passaram pelo SBT durante as quase três décadas de existência da emissora.

Assim, com a colaboração da Página do Silvio Santos, surgiu uma série de vídeos que batizamos de "galeria", em que são apresentados programas e figuras que construíram a história do Sistema Brasileiro de Televisão e estão presentes na lembrança e na memória de milhões de telespectadores Brasil afora.

Reunimos aqui estes vídeos, que reconstroem um pouco da história desta emissora.


GALERIA DOS ARTISTAS DO SBT




GALERIA DOS PROGRAMAS DO SBT




GALERIA DOS PERSONAGENS DA PRAÇA É NOSSA

15 de fev de 2010

Pérolas do Patrão

O Silvio Santos fala ou não fala?

Post fixo para anotar as frases mais doidas ditas pelo Silvio. É pra posteridade!...

A sucuri (Programa Silvio Santos)
SILVIO SANTOS: A senhora é casada ou solteira?
COLEGA DE TRABALHO: Sou divorciada.
SILVIO SANTOS: Hum, até que tá pra mim... vamos nadar naquela lagoa, lá no Pantanal? Eu guardo a sucuri, fica tranqüila...

iPod e Roberto Carlos (Programa Silvio Santos)
"O Júlio Iglesias e o Roberto Carlos são os melhores cantores. Eu durmo toda noite com o Roberto (risos), eu ponho para tocar no iPod. Agora, se o Roberto transasse como ele diz que transa nas músicas, olha..."

Mara e a peruca (Show de Prêmios)
"A Mara me falou 'faz propaganda do meu disco, que eu preciso pagar a peruca que estou usando'. Sabe o que é, é que ela tá tomando um medicamento porque ela quer fazer crescer alguma coisa que ela não tem muito (aponta para os seios), então esse medicamento fez cair o cabelo dela... então ela teve que comprar uma peruca (risos). Não é peruca?"

Voz de camelô (Qual é a Música)
"Lombardi, isso é que é locutor! Ele fala e vocês deliram! É o locutor delirante do Brasil! Sabe, Lombardi, se eu tivesse a voz que você tem, eu ia ser camelô, sabe... no duro..."

Hebe, o Selinho e o peru (Teleton)
HEBE: Eu estou comprando o seu selinho.
SILVIO SANTOS: Eu não tô vendendo selinho nenhum.
HEBE: Não sabe o que tá perdendo...
SILVIO SANTOS: Eu sei o que eu tô perdendo, há muito tempo. Eu conheço você desde o tempo em que você era garota propaganda.
HEBE: Eu era a Estrelinha do Samba, e ele, o Peru Que Fala.
SILVIO SANTOS: Eu era o Peru Que Fala e você é agora a perua que fala!

Franks (Jogo das Famílias)
-Qual o seu nome?
-Franksleda.
-E o seu nome?
-Franksmeire.
-E o seu?
-Frankslene.
-Ainda bem que não tem nenhum rapaz, né? Senão ia chamar Frankstein!

Silvio encontra o NX Zero (Qual é a Música)
"Bem, vocês três eu não conheço, mas também não tinha vontade de conhecer..."
"Você é solteiro? Você não tem namorada? Ah, já sei! Você é gay?!"

-Eu nunca ouvi falar do NX Zero
-Como não? Todo mundo conhece!
(auditório canta)
-Tá bom. Agora, cantem o Hino à Bandeira.
(silêncio)

A Lei... (Qual é a Música)
"Max Fivelinha, você é casado? Mas parece que vai sair a lei... quando sair a lei, você casa?" (referindo-se à lei que autoriza as uniões homoafetivas)

Pílula Azul (Qual é a Música)
COLEGA DE TRABALHO: "Vem pra cama comigo"
SILVIO SANTOS: Eu vou agora, mas com um Viagra vou melhor ainda!

Ainda Bem (Programa Silvio Santos)
SILVIO SANTOS: Núbia Oliver, com você eu não casaria, mas faria outras coisas.
MARCOS MION: hummmm...
SILVIO SANTOS: Tá vendo só, como os homens são maliciosos! Só pensam besteira. Ainda bem que eu não sou homem.

Deita no chão (Programa Silvio Santos)
MAISA: Eu vi no Pânico que você alfinetou o Raul Gil!
SILVIO SANTOS: Quando eu que eu alfinetei o Raul Gil? Você me viu com um alfinete na mão?
MAISA: É que você chamou ele de gay!
SILVIO SANTOS: Sabe por que o Raul Gil é gay? Porque ele deita no chão. Deitou no chão, é gay.
*curiosidade: no sábado anterior à exibição desse programa, Silvio Santos deitou no chão, durante o Teleton, numa brincadeira com Hebe!

As belas (Programa Silvio Santos)
"Eu quero aqui quatro mulheres bonitas. Não, você não é bonita, volta pro seu lugar. Você é bonita, vem pra cá. Eu quero mulheres bonitas do jeito que eu gosto!"

A burra (Programa Silvio Santos)
LIVIA ANDRADE: Se deu mal, hein, Silvio? Achou que as pessoas iriam me gongar! Agora você caiu do burrinho!
SILVIO SANTOS: Eu não caí do burro porque não estava montado em você.

A discreta (Programa Silvio Santos)
SILVIO SANTOS: O Bruno Gradim comeu muita comida com pimenta, e por isso ficou com "pontinhos". Você acha que ele ficou com o quê, hein?
COLEGA DE TRABALHO: Com caganeira, Silvio!
SILVIO SANTOS: Você também, não é nada discreta... vai na farmácia e fala "me dá um remédio para caganeira"!

A tacada (Programa Silvio Santos)
COLEGA DE TRABALHO: O Bruno Gradim gosta de jogar golfe pra poder pegar no taco.
SILVIO SANTOS: Então ele entra com o taco e com as bolas e, você, com o buraco!

A dupla (Teleton 2009)
SILVIO SANTOS: Vocês dois formam uma boa dupla...
GILBERTO KASSAB: Eu e o Serra formamos a dupla que governa bem São Paulo.
SILVIO SANTOS: Então o Victor e o Léo podem emprestar o violão e o microfone para o prefeito e o governador cantarem aqui para nós.

Vaso ruim não quebra (Teleton 2009)
"Tem muitos artistas que fazem más coisas e morrem cedo, enquanto tem outros que duram, e aí vai ter que mandar matar, que nem eu e a Hebe"

Boa visão (Teleton 2009)
CLÁUDIA LEITTE: Dá licença, que vou aqui no banco fazer a minha doação.
SILVIO SANTOS: Tudo bem, você de costas é melhor do que de frente.
CLÁUDIA LEITTE: O apresentador esquece que o microfone da cantora também pode servir de arma.

Homem pelado (Teleton 2009)
SILVIO SANTOS: O pessoal anda reclamando das pegadinhas que aparecem mulher pelada que estamos mostrando.
HEBE: Eu também não gosto, tem que mostrar homem pelado.
SILVIO SANTOS: Homem pelado é muito feio. E eu que te conheço há uns 20 anos (risos) sei que você só viu dois homens pelados em toda a sua vida.

Pastor, não! (Teleton 2009)
SILVIO SANTOS: Você é evangélico?
REPRESENTANTE DO HIPERCARD: Não.
SILVIO SANTOS: É que você falando me lembra o Edir Macedo.
REPRESENTANTE DO HIPERCARD: Bem... depois desta, me sobra pouco...

Telefone Celular (Teleton 2009)
"Alô! Quem fala? A Globo? O que é? (vira-se para Cláudia Leitte) Eles querem que você saia do ar, porque estão perdendo na audiência!"

"Alô! Record? Estão perdendo também? Ah, de vez em quando, vocês perdem, fazer o quê..."

"Alô! CNT? Ah, mas vocês perdem sempre!"

COMO FAZER PARA APARECER NA GLOBO (Roda a Roda Jequiti)
SILVIO SANTOS: Patrícia, você gostaria de trabalhar no Jornal Nacional?
PATRÍCIA: Não!
SILVIO SANTOS: Nem no Fantástico?
PATRÍCIA: Não, não tenho interesse.
SILVIO SANTOS: Bem, mas se você quiser... morra!

O INIMIGO (Programa Silvio Santos)
SILVIO SANTOS: Lívia, o que é que a Thais Pacholek fez depois que nasceu?
LIVIA ANDRADE: Gugu dadá!
SILVIO SANTOS: Se você quiser dadá, você dá, mas não vem fazer propaganda do Gugu aqui, não. O Gugu é o inimigo público número um do SBT.

O DIZIMISTA (Programa Silvio Santos)
"O Luiz Bacci quase foi para a Record, mas resolveu ficar no SBT. Pelo menos, aqui não precisa pagar dízimo"

Ali Babá
"Abre-te, Sésamo! Fecha-te, Sésamo! É bom ter um contra-regra chamado Sésamo!"

postagem original em 07/07/08 - 11:44

11 de fev de 2010

Alguns bordões do Homem do Baú

Muitas frases de Silvio Santos já fazem parte do imaginário popular e se tornaram parte do folclore que envolve o animador. Algumas caíram no desuso e no esquecimento, mas outras se tornaram clássicas e inesquecíveis. Também fazem parte desse universo próprio de Silvio algumas frases retóricas em forma de perguntas e respostas, ditas e repetidas por ele e pelo auditório.

Fizemos uma lista com algumas delas:

"Posso falar?! O Silvio Santos fala ou não fala?"
resposta do auditório: "Fala!"

Usada para chamar a atenção quando o auditório se dispersa, ou antecedendo alguma informação muito importante para a continuidade do programa. O "fala ou não fala" é acompanhado de um rebolado característico, em que Silvio dobra os joelhos.

"Sim-sim."
Em entrevistas ou conversas, durante a fala do entrevistado, como um sinal de atenção (equivalente a um "hum hum" ou um "sei, sei" que algumas pessoas soltam enquanto conversam). Era comum nos anos 70 e 80, mas com o passar do tempo, Silvio foi perdendo esse "vício"



"É dinheiro ou não é?"
resposta do auditório: "É!!"

Usada para enfatizar os prêmios que distribui. A palavra 'dinheiro' pode ser substituída, conforme o caso, por 'legal' ou 'bom'.

"No duro?"

Gíria um tanto antiquada, essa expressão é utilizada em conversas com o mesmo sentido de "sério?", "é mesmo?", como interjeição que serve para confirmar uma informação que acaba de ser dita. Para Silvio, essa expressão nunca saiu de moda, tanto é que ele a usa até hoje. E como é uma frase retórica, a pessoa a quem ele pergunta acaba se vendo obrigada a responder também: "no duro!"

"Vocês são todas solteiras, nem sabem o que é isso!"
Usada para provocar o auditório, numa época mais inocente, quando assunto sobre beijos, namoros ou relacionamento entre casais eram tratados com uma leve malícia, fora de quadros como o Namoro na TV. Nos tempos modernos, algumas vezes Silvio provocou as colegas de trabalho chamando-as de virgens e não de solteiras - sinal dos tempos

"Isso é do tempo do papai"
Usada para se referir a algo antigo, como quando um convidado ou uma colega de trabalho menciona ou mostra alguma imagem de Silvio no rádio ou em programas de TV do passado. Às vezes, Silvio dizia que era o seu pai o retratado, e não ele próprio. Alguns veem nessa frase uma referência à Manoel de Nóbrega. Essa frase foi caindo em desuso nos anos 90.

"Se ele não ganhar, quem ganha?"
resposta do auditório: "A carta!"

Em praticamente todos os programas do Baú da Felicidade ou de prêmios em que havia a disputa entre um participante no palco e outro cuja carta fora sorteada essa frase foi usada.

"Quando a cabeça não pensa..."
resposta do auditório: o corpo padece!"

O ditado popular era acionado por Silvio com frequência quando apresentava o Passa ou Repassa, em 1987. Todas as vezes em que os participantes não sabiam as respostas e eram obrigados a cumprir a prova para ganhar os pontos motivavam o Patrão a soltar a frase.

"Ai, ai, ai... ai, ai, ai!"
Usada em tom malicioso nos anos 70 e 80, essa série de interjeições suspirosas era um precursor do atual "Ai, ai, ai, ui, ui!", dito diante de uma mulher bonita ou em trajes sumários.

"Como é que está o Brasil de gente que já ganhou na Tele Sena, como é que está?"
resposta do auditório: "Assim, ó!" (acompanhada de gesto indicando grande quantidade)

Uma pergunta retórica para demonstrar grande quantidade de alguma coisa. A resposta do auditório é sempre imediata e automática. Geralmente a frase se refere à premiações, mas também pode ter outras aplicações, como por exemplo: "como é que está o Brasil de mulher querendo namorar o Sidney Magal, como é que está?"

"Quem tem..."
resposta do auditório: "Tem!"
"E quem não tem?"
resposta do auditório: "Não tem!"
"E o (nome) tem ou não tem?"
resposta do auditório: "Tem!"
"E como tem!"

Também usada para indicar premiações para algum participante, mas que pode ter outras aplicações.



"É ele? Eu só acredito..."
resposta do auditório: "Vendo!"

Silvio Santos dá uma de São Tomé. Geralmente era usada em mini-jogos de adivinhações, nos programas de prêmios.

"É ele? Eu acho que não!"
resposta do auditório: "Eu acho que sim!"

Semelhante ao esquema anterior, esse jogo de frases também era usado para fazer suspense ao anunciar convidados do programa, nos anos 70 e 80. No LP Silvio Santos e Suas Colegas de Trabalho, de 1974, na faixa que traz a música Silvio Santos vem aí, há um registro dessa brincadeira: "É o Silvio Santos? Eu acho que não!"

"É ou não é?"
Frase que podia ser usada tanto junto das frases anteriores como separadamente, sempre com finalidade de provocar suspense em alguma brincadeira ou concurso realizado no programa.



"Caixinha, Lombardi!"
resposta do Lombardi: "Obrigado!"
resposta do auditório para Lombardi: "Puxa-saco! Puxa-saco!"

Na última fase do Tentação, Lombardi e Silvio formavam um time que apostava contra o auditório as respostas das perguntas do programa. Cada pergunta valia dez reais e sempre que ganhavam das colegas de trabalho, Silvio e Lombardi comemoravam a entrada de dinheiro na "caixinha", acompanhados de ruídos de moedas, inseridos pelo operador de áudio Aguinaldo de Barros e do coro de "puxa-saco" do auditório para o escudeiro de Silvio, Lombardi.

5 de fev de 2010

Trilhas sonoras de programas do SBT - III

As duas primeiras postagens sobre o assunto renderam muitos comentários no blog. Se você não as conhece, clique aqui e aqui e veja as músicas que já foram descobertas por mim e pelos leitores do blog.

Vamos ao que interessa:


A SEMANA DO PRESIDENTE

O programete que era exibido entre os quadros do Programa Silvio Santos tinha uma música de abertura muito característica, num estilo de banda marcial. Mas não é dela que estamos falando, pois, infelizmente, ainda não conhecemos seu nome.
Falamos da música de fundo (ou BGM, iniciais de Background Music) que era executada sob a voz de Lombardi. Era Dervish D, de Vangelis Papathanassiou, do álbum Cosmos. Essa música é até hoje muito usada em noticiários e programas jornalísticos. Veja aqui a utilização da música no programa.

COMANDO DA MADRUGADA
O célebre programa de Goulart de Andrade usava como trilha de abertura a canção Blue Moon, na performance de Cesar Camargo Mariano do LP A Todas as Amizades, de 1983. A música foi composta em 1934 pelos americanos Lorenz Hart e Richard Rodgers e é uma das mais populares baladas da música americana e ganhou inúmeras regravações. A mais popular delas é da banda The Marcels, de 1961, que foi utilizada no Brasil na abertura da novela O Beijo do Vampiro, da Rede Globo.

NAMORO NA TV

O lendário consultório sentimental apresentado por Silvio Santos aos domingos no fim da tarde nos anos 70 e 80 tinha como tema de abertura a música El Bimbo, executada por Percy Faith. O repertório do programa, que se manteve no Em Nome do Amor, que o sucedeu, era forrado de boleros de Julio Iglesias, o melhor cantor do mundo, ao lado de Roberto Carlos, na opinião do apresentador.

PORTA DA ESPERANÇA
Existem duas músicas que muita gente procura, e eu também, que são a vinheta utilizada no momento de abertura das portas, e o tema emocionante que é tocado no caso de a pessoa realizar seu desejo. A primeira finalmente foi descoberta: chama-se Providence, da City of Prague Philarmonic Orchestra. Está no CD The European Film Music Collection. Quanto a segunda música, a procura continuará e o mistério permanece.
E tinha mais música no programa. Uma das utilizadas como fundo (BG) para as locuções de Lombardi, nas quais era feita a apresentação dos participantes do programa e o resumo de suas necessidades. Trata-se da canção Concorde, do gênero "easy listening", de Frank Pourcel, que foi encomendada pela companhia aérea Air France na época do lançamento do único avião comercial supersônico do mundo. E se você está querendo saber qual era a música de abertura do programa, veja neste outro post.

TOPA TUDO POR DINHEIRO
Um pacote de discos da KPM Music foi adquirido para a discoteca do SBT nos anos 80. Essas músicas eram trilhas brancas que alimentaram inúmeros programas e séries que foram e até hoje são exibidas pelo Canal 4 paulistano. Uma delas tornou-se célebre como tema de abertura do quadro Topa Tudo por Dinheiro e também foi largamente utilizada em episódios da série Chaves, sonorizados no Brasil nos estúdios de dublagem da Anhanguera, da antiga TVS. Era Banjo Billy, uma música divertida totalmente executada em banjo, talvez pelo Billy...

SESSÃO DESENHO

Em 1991 a programação infantil do SBT foi reformulada e diversos programas deixaram de existir, dando lugar a produções mais modestas. Uma das estréias foi a Sessão Desenho, uma série de desenhos intercalados por cabeças gravadas em estúdio com uma câmera fixa em plano americano e um cromaqui atrás da apresentadora (no caso, Eliana e Vovó Mafalda). A trilha de abertura é Pogo Stick, mais uma das trilhas brancas da KPM Music, também frequentemente usada nos episódios de Chaves.

Não deixem de visitar a parte 1 e a parte 2 deste assunto, com outras trilhas de programas do SBT.

Agradecimentos:
Jorge Monteiro
Pedro Quadrado
Paulo Servello (estúdios Álamo)
Fórum Único Chespirito
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas