Este site é desenvolvido por entusiastas e admiradores do artista Silvio Santos e não possui nenhuma ligação com empresas do Grupo Silvio Santos.

27 de jan de 2008

Vamos sorrir e cantar...

Começamos hoje este blog. Aqui vão aparecer registros históricos e lembranças dos programas de Silvio Santos e do SBT.

Para começar, falemos do prefixo musical que abre o Programa Silvio Santos desde 1965. "Silvio Santos vem aí" é uma marchinha de autoria do compositor Archimedes Messina sob encomenda de Silvio para seu programa na Rádio Nacional. Messina foi pago pelo trabalho e ficou por isso. Nunca recebeu mais nada durante as décadas que se passaram, em termos de direito autoral.

Segundo conta a Folha de S. Paulo, de 16/11/2001, assim se deu a criação:

Corredor da Rádio Nacional, Rua das Palmeiras, Centro de São Paulo, meados de 1965.
Silvio Santos: ‘Messina, estou querendo uma musiquinha para o meu programa, alguma coisa para anunciar a minha chegada’.
Archimedes Messina: ‘Você já tem alguma idéia na cabeça?’.
Silvio Santos: ‘Acho que tem que começar com um ‘lá, lá, lá’, depois você põe o que quiser. Tem que ser simples para pegar’.
Uma semana depois da encomenda, Messina se encontrou novamente com o locutor, que iria estrear na rádio Nacional o ‘Programa Silvio Santos’. E colocou a fita da gravação feita com coro e orquestra, sob o arranjo de Renato de Oliveira, para o colega escutar.
‘Na época, Silvio pagou o equivalente a uns R$ 10 mil ao estúdio onde eu trabalhava para ter o jingle pronto, gravado com orquestra. Dessa quantia, recebi o que hoje seriam uns R$ 700’, afirma.
A esposa de Archimedes, Inajá, disse: 'Nunca deixamos de gostar do Silvio. Mas ouvir aquela música todos os domingos sem nenhum reconhecimento sempre nos deixou magoados’.

A falta de pagamento dos direitos autorais levou Archimedes Messina a processar o SBT. E ganhou uma gorda indenização em 2001. Talvez em razão deste problema o Programa Silvio Santos nunca mais teve apresentação desde aquela data, embora a música ainda seja executada como assinatura do programa. Na esteira de Messina, o compositor Mário Lúcio de Freitas também processou o SBT por não recebimento das vinhetas e trilhas musicais por ele produzidas para programas como "TJ Brasil", "Chaves", "Aqui Agora", e as novelas e desenhos dublados pela TVS (Ursinhos Carinhosos, Punky etc.).

Archimedes Messina, hoje aposentado, compôs jingles que até hoje estão no imaginário popular, como o do Café Seleto, além de diversos jingles temáticos para a Varig, a abertura de Bambalalão (TV Cultura) e o antigo hino da Portuguesa de Desportos. Veja mais aqui http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u60044.shtml e aqui http://conjur.estadao.com.br/static/text/28647,1

A letra da musiquinha, pra quem não sabe (homessa!) é:

Lá lá lá lá...

Agora é hora de alegria
Vamos sorrir e cantar
Do mundo não se leva nada
Vamos sorrir e cantar

Lá lá lá lá...

Silvio Santos vem aí
Olê, olê, olá
Silvio Santos vem aí
Olê, olê, olá...

YOUTUBE BÔNUS

Para os mais novos, que nunca viram, e para os saudosos, três aberturas do Programa Silvio Santos, diretamente do túnel do tempo do YouTube:


Abertura dos anos 70, com o auditório formado por crianças para o Domingo no Parque


Abertura de 1985, com o auditório formado por crianças para o Domingo no Parque


Abertura de 2001. Foi a última exibida, em 19 de agosto de 2001 (exatamente no dia do aniversário de 20 anos do SBT).

4 comentários:

  1. Genial cara !!! Pesquiso sobre o Silvio há alguns anos e nunca havia conseguido saber exatamente a origem da música.

    ResponderExcluir
  2. Hamilton, você sabe qual é e onde foi tocada a música: "Vamos todos cantar, vamos todos brincar, neste show de alegria. Lá, lá, lá, lá, lá..."

    Todos os programas de humor tocam essa música se referindo ao homem do baú.

    ResponderExcluir
  3. Essa música foi composta no ínicio do século na Rússia. Gravada pela primeira vez em 1925.

    O Messina cometeu plágio. Não deveria ganhar um centavo pela música.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. você tem algum link para ouvir esta versão russa?

      Excluir

Atenção:

Comentários anônimos poderão ser excluídos.

Os comentários são moderados. Os editores se reservam ao direito de excluir comentários ofensivos, injuriosos, agressivos ou não condizentes com a postura editorial e a proposta deste blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas