Este site é desenvolvido por entusiastas e admiradores do artista Silvio Santos e não possui nenhuma ligação com empresas do Grupo Silvio Santos.

21 de mar de 2008

A Família Nóbrega - parte 3: A Praça, de pai para filho

Carlos Alberto, filho único de Manoel de Nóbrega, formou-se em Direito, com especialização em Direito Penal, mas foi como redator publicitário e de televisão que percebeu que sua vocação estava no showbiz. Inspirado, claro, no pai, e nas amizades que circulavam por sua casa: Simplício, Canarinho, Golias, Silvio Santos...

Embora já tivesse participado da Praça da Alegria na redação e em quadros com seu pai, assumiu o lugar dele no banco em 1987, quando a Bandeirantes resolveu remontar o programa, agora batizado de Praça Brasil. Carlos Alberto saiu da Globo, na qual por vários anos escrevera para Os Trapalhões. Mas dois meses depois, uma proposta irrecusável de Silvio Santos levou quase toda a equipe da nova praça para a TVS. A Bandeirantes continuou com sua praça, mas a TVS quis demonstrar que a alma original do programa não estava mais lá, e por isso batizou o novo programa de A Praça é Nossa. Na TV dos Saad, Dionísio Azevedo assumiu o lugar de Carlos Alberto e, posteriormente, o programa passou a ser apresentado por Moacyr Franco.

Silvio Santos estava formando a linha-dura da emissora com artistas renomados, que alavancariam a audiência. E, melhor ainda, cercando-se de amigos. É bem verdade que Carlos Alberto estava brigado com o Homem já alguns anos, em razão de um mal-entendido (achava que Silvio tinha enganado seu pai em algo relacionado a ações de TV), mas os dois, que sempre se trataram como irmãos e melhores amigos, se reconciliaram - sobre o assunto, Carlos Alberto hoje em dia resume: "Fui um idiota". Disposto a trazer seus amigos para a emissora, Silvio continuou desfalcando a Bandeirantes, de onde já havia trazido em 1986 Hebe Camargo, contratando em 1990 Ronald Golias e, depois, Moacyr Franco.

O ano de estréia da Praça é Nossa foi marcante, pois o programa tornou-se um dos líderes de audiência da emissora e tornou-se febre entre as crianças. Uma revistinha de piadas também chegou a ser lançada. No primeiro programa, Silvio Santos apareceu para contracenar com Carlos Alberto e falar dos tempos do passado. Ele chegou brincando de camelô e dizendo que o programa não tinha hora para acabar, pois tinha vindo para conversar não apenas com um funcionário da emissora, mas com Carlos Alberto, o "seu irmão" (veja aqui). Em seguida, homenageou Manoel de Nóbrega e ambos ficaram muito emocionados (veja aqui). Carlos Alberto relembrou o momento para a Folha de S. Paulo: "Estava quase terminando a primeira "Praça' no SBT quando começaram os aplausos. Achei que estava abafando. Quando eu vi, era ele quem tinha entrado no palco. O Silvio se sentou ao meu lado e começou a falar da amizade que tinha com meu pai. Não consegui conter as lágrimas."


Simplício como Rosauro, o inocente menino caipira, torcedor do Ituano, que faz perguntas indiscretas a Carlos Alberto


O especial de Natal foi emocionante, mais uma vez cheio de remissões ao passado e ao velho Manoel. Carlos Alberto abraçou Marcelo (à época, um garotão, que nem sonhava em se tornar diretor do programa) e falou, ao lado de Simplício (Rosauro, o menino de Itu) e Emilio Fingoli (Nhô Moraes) da alegria de ver o sucesso do programa. "Sem falsa modéstia, não sabia mesmo a razão do sucesso da Praça é Nossa. É um programa velho, uma idéia velha, sem novidade nenhuma, numa estação que não tinha o privilégio de ter muitos primeiros lugares em audiência... e hoje eu descobri porquê este programa está fazendo sucesso. Porque ele é feito com amor".

A Praça é Nossa, assim, parece ser um programa feito entre amigos, num clima de muita cumplicidade, admiração e gratidão. Artistas que foram trazidos por Manoel da Nóbrega e continuaram fiéis ao clã Nóbrega, assim como Carlos Alberto continuou fiel a eles. Esta é a grande marca que, com o falecimento e afastamento dos humoristas mais velhos, acabou se perdendo aos poucos (e deixando muitas saudades no público). O programa que persiste hoje, nas noites de quinta-feira no SBT não tem o mesmo brilho do passado, mas continua feito entre amigos da velha guarda (alguns que começaram com Manoel de Nóbrega), como Canarinho (e seu sidekick, papel de Carlos Koppa), Buiú, José Miziara (que já fez de tudo no programa), Moacyr Franco (Mendigo e Suspiro - Jeca Gay), Arnaud Rodrigues (Coronel Totonho, Povo, Chitãoró etc.), Jorge Loredo (Zé Bonitinho), Clayton Silva ("Tô de olho no sinhô!") e buscando trazer sempre novos talentos.

Assim o programa sobreviveu às duras e recentes crises do SBT. Agüentou firme a demissão de mais de 40 pessoas da equipe em 2003 e comemorou 20 anos no ar (na verdade, 50 anos da idéia da Praça da Alegria...) e 1000 programas da Praça é Nossa. E a imagem mais forte de amizade que permanece firme e forte é a de Silvio Santos com a família Nóbrega: "Se o Silvio deixar, fico aqui para apagar a luz no dia em que todo mundo for embora", disse Carlos Alberto à revista Veja, recentemente.

"A praça! A praça é do povo como o céu é do condor!" (Castro Alves)

YOUTUBE BONUS - apenas alguns dos muitos vídeos disponíveis na internet
http://www.youtube.com/watch?v=ssxf8qJWo8g - O Nobre Colega (Borges de Barros) dá uma lição de vida no emocionante especial de Natal de 1987. Depois, o Saco do Povo (com Wilson Vaz) e, por fim, Carlos Alberto abre seu coração para o filho Marcelo.

http://www.youtube.com/watch?v=9ombC_1oTA0 - Parte final do especial de Natal de A Praça é Nossa de 1987, com o quadro original da Dona Dadá (Alice de Carli), o Chefinho (Tutuca) e Seu Menezes (Aldo César).

http://www.youtube.com/watch?v=uTIEVKTZa9A - No auge da popularidade, Fernando Collor de Mello visita a praça e contracena com o Nobre Colega (Borges de Barros). Imagens com qualidade ruim.

http://www.youtube.com/watch?v=3nvllYn_k6c - Em 1990, o galã Mauro Maurício, de Araraquara (Carlos Leite), foi apresentado por seu incansável empresário Oliveira (José Miziara) a Hermano Henning, que acabara de ser nomeado correspondente do SBT em Nova Iorque.

http://www.youtube.com/watch?v=hBlff-PjEfg - Cenas de 1995: Velha Surda (Rony Rios) com Apolônio (Viana Junior), Vera Verão (Jorge Laffond) com Edna Velho, Batoré (Ivan Gomes) e uma esquete com Alexandre Régis e Márcio Alexsander Amaral.

http://www.youtube.com/watch?v=w33f0rLPo7o - Bronco (Ronald Golias), trambiqueiro dono do bar da praça, negocia com Hebe Camargo a reserva de algumas mesas para uma festa. E quer garantias para não levar prejuízo.

http://www.youtube.com/watch?v=VK8McQ-AzdY - Moacyr Franco e seus personagens Suspiro (Jeca Gay) e o divertido Mendigo.

http://www.youtube.com/watch?v=jNdJu6v_Er0 - Dois quadros do Homem do Telefone (Canarinho). No primeiro, apenas lendo jornal, atrapalha pela enésima vez um romance do personagem de Carlos Koppa, irritando a sogra (Marlene Silva) do noivo nervosão. Depois de uma curta esquete com Renata Brás, o Homem do Telefone mistura uma receita de feijoada a uma D.R. entre Koppa e Renata (que além de "namorar" Koppa em várias ocasiões, já deu em cima do Zé Bonitinho várias vezes...).

http://www.youtube.com/watch?v=AuusDqSadvY - O Profeta (Ronald Golias) responde às perguntas do povo.

MAIS CURIOSIDADES

Lista de personagens da Praça: http://pt.wikipedia.org/wiki/A_Pra%C3%A7a_%C3%A9_Nossa

Site oficial do programa: http://www.sbt.com.br/apraca/

Em 1991, para reforçar o apelo do programa com a criançada, que adorava principalmente a Velha Surda, o Pacífico e o Explicadinho, foi lançado um álbum de figurinhas, que hoje é raríssimo de ser encontrado:


Em breve, aqui no Baú do Silvio, mais informações sobre Carlos Alberto de Nóbrega e A Praça é Nossa.

Um comentário:

  1. Ainda bem que o Carlos Alberto é filho único. Já pensou a irmã dele levando todos aqueles xingamentos do deputado João Plenário? rsss

    ResponderExcluir

Atenção:

Comentários anônimos poderão ser excluídos.

Os comentários são moderados. Os editores se reservam ao direito de excluir comentários ofensivos, injuriosos, agressivos ou não condizentes com a postura editorial e a proposta deste blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas