Este site é desenvolvido por entusiastas e admiradores do artista Silvio Santos e não possui nenhuma ligação com empresas do Grupo Silvio Santos.

25 de fev de 2012

Trunfo do SBT - Pedro de Lara


O radialista, comediante, ator, escritor, astrólogo e jurado de televisão tornou-se figura lendária na TV. Possuía um vasto repertório de ditos e provérbios de sabedoria popular, muitos dos quais criados por ele mesmo, e que declamava quando necessários.

Seu estilo irreverente e exagerado o tornou figura eternamente atrelada aos júris de concursos de calouros, nos quais opinava com excesso de moralismo contra qualquer tipo de vulgaridade e avesso à maioria, sempre dando seu voto ao candidato rejeitado pelos demais jurados. Outra de suas características eram os lírios brancos, que sempre carregava em suas aparições.

Pedro começou a atuar como jurado na televisão no programa Buzina do Chacrinha (1964-1972). Nas rádios participava de programas populares interpretando os significados dos sonhos dos ouvintes. Era o campeão de cartas da Rádio Tupi do Rio, onde fazia o quadro O Sonho é um Aviso, dentro do Programa Paulo Barboza. Fez o mesmo quadro na Rádio Nacional de São Paulo, dentro do Programa Silvio Santos.

A data precisa da estreia de Pedro de Lara no Programa Silvio Santos não é precisa, mas ele começou a atuar ao lado do Patrão em meados dos anos 70. Pedro participou do Show de Talentos Anônimos (1977-78), programa depois repaginado e rebatizado como Show de Calouros (1978-1992). Posteriormente o programa foi chamado de Show de Variedades (1992-93).

Interpretou o palhaço Salci Fufu no programa Bozo (1980-82, 1984-1986). O personagem era um inventor maluco, "professor mundialmente conhecido", como ele se apresentava.

Ainda como humorista, era parte do elenco da série As Secretárias (1982-83)

Como apresentador, saiu da bancada de jurados eventualmente para animar o Novo Show de Calouros (1993-96), que era apresentado pelos jurados em revezamento no lugar de Silvio. Em 1996, após completar 24 anos na emissora, foi homenageado durante o programa e se emocionou, o que era raro de ver em sua figura alegre, porém sisuda.

Com o fim do Novo Show de Calouros, Pedro continuou participando com frequência de júris em outras atrações da emissora, como o Programa do Ratinho, e recebeu diversas homenagens.

Retornou à emissora para julgar candidatos no Gente Que Brilha (2004-2005), quadro de calouros do Programa Silvio Santos. Faleceu dois anos depois, transformando-se num ícone pop.

Amanhã tem mais um artista aqui no Trunfo do SBT!

4 comentários:

  1. Foi uma pessoa formidável. Que Deus o coloque em um bom lugar

    ResponderExcluir
  2. Espirituoso,engraçado,por vezes profundamente sábio, muitas saudades do Pedro de Lara, desde quando em 1973 estava pra sair para o colégio, almoçando, ouvia o Pedro juntamente com o Carlos Renato e o Zé Fernandes no Programa Paulo Barbosa, na Rádio Tupi do Rio de Janeiro.

    ResponderExcluir

Atenção:

Comentários anônimos poderão ser excluídos.

Os comentários são moderados. Os editores se reservam ao direito de excluir comentários ofensivos, injuriosos, agressivos ou não condizentes com a postura editorial e a proposta deste blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas